SES autoriza aplicação da segunda dose da Pfizer para quem tomou Astrazeneca e Coronavac

A Secretaria de Estado de Saúde autorizou os municípios a realizarem a aplicação da segunda dose da vacina contra Covid da Pfizer em quem tomou a primeira dose da vacina da Astrazeneca e Coronavac.

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, explicou que o Ministério da Saúde atrasou o envio dos lotes de Astrazeneca, devido a falta de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para produção de doses pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). “Para não atrasar o calendário vacinal, autorizamos os municípios aplicarem a D2 da Pfizer nas pessoas que tomaram a primeira dose da Astrazeneca e precisam completar o esquema vacinal”, disse.

A intercambialidade entre as vacinas foi liberada pelo Ministério da Saúde através da nota técnica 6/2021-SECOVID/GAB/SECOVID/MS, quando não for possível aplicar a segunda dose com o imunizante do mesmo fabricante. A segunda dose deverá ser administrada no intervalo previamente definido, respeitando o intervalo adotado para o imunizante utilizado na primeira dose.

De acordo com resolução CIB/SES, os municípios ficam autorizados a realizar a intercambialidade de doses a partir das doses de vacina da Pfizer que chegaram ao Estado nesta segunda-feira e serão distribuídos aos municípios nesta terça-feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *